Estudo: Parábola “O rico insensato”

Hoje faremos um estudo sobre a parábola do “Rico insensato” (Lucas 12: 16-21). Essa parábola foi contata por Jesus como advertência à ganância.

Então lhes disse: “Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância; a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens”. Lucas 12:15

A história fala sobre certo homem rico cujas terras produziram muito bem. Entretanto, o homem rico tinha um problema: “Onde armazenar tudo que suas terras produziram?” Esse homem é uma pessoa solitária, note que ele fala consigo mesmo (versos 17 e 19). No oriente médio as decisões não eram tomadas dessa forma. Por costume, quando se tinha um problema desse tipo buscava-se conselho com outras pessoas para resolvê-lo. Assim, o verdadeiro problema do homem rico não era um lugar para armazenar sua colheita e sim, a solidão. Aquele homem não tinham com quem repartir os problemas, não tinha amigos nem pessoas dispostas a ajudá-lo.

Pensar apenas nas nossas riquezas pode mascarar os reais problemas da nossa vida.

Uma vez que ele encontra a solução do seu aparente problema ele diz a si mesmo: “Descanse, coma, beba e alegre-se.” O termo original para a palavra alegre-se designa uma alegria meramente secular. Ele produziu muitas coisas então era hora de gozar de uma vida boa.

3-tio-patinhas

Muitas pessoas pensam dessa forma. Acham que devem aproveitar a vida nessa terra gastando aquilo que ganham com coisas desse mundo “Vou aproveitar tudo que posso nessa vida”.  Acontece que a vida do homem rico havia sido pedida aquela noite, ele iria morrer e não teria tempo usufruir das coisas que conseguiu na terra.

Jesus diz que o futuro de todo aquele que só se preocupa em juntar dinheiro na terra é deixar tudo para outra pessoa gastar e termina afirmando que essas pessoas juntam riquezas para si mesmo e não para Deus.

Só que Deus não precisa de riquezas. Então, como juntar riquezas para Deus?

Ser rico para Deus é gastar aquilo que Ele te abençoou com ofertas ao Senhor. Toda vez que Deus nos abençoa devemos pensar em abençoar alguém. Vidas devem ser abençoadas dentro ou fora da igreja. Servir a Deus é servir ao próximo. Semeando na vida do outro, uma hora colheremos na nossa, seremos amados, ajudados e respeitados. Dessa forma, não sofreremos da mesma solidão que aquele homem rico sofria.

O mandamento amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos, nos coloca numa posição de servos no reino de Deus. É nisso que consiste nossa vida!

Um comentário em “Estudo: Parábola “O rico insensato”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s