Dons de Revelação

“Portanto, que diremos, irmãos? Quando vocês se reúnem, cada um de vocês tem um salmo, ou uma palavra de instrução, uma revelação, uma palavra em língua ou uma interpretação. Tudo seja feito para a edificação da igreja”. 1 Coríntios 14:26

Nesse texto Paulo descreve o que podemos fazer quando estivermos juntos em culto, por exemplo: quando ele diz “um tem salmo”, está dizendo que alguém pode cantar e quando ele diz “outro tem palavra de instrução”, está dizendo que alguém pode ensinar a Palavra. Quando ele se refere a “revelação”, ele não está falando de um dom específico, mas de um conjunto de dons que podem ser utilizados durantes nossos cultos.

A lista de dons apresentada em 1 Coríntios 12 não contém o “dom de revelação”, mas apresenta três dons que tem características de revelação: dom de sabedoria, dom de conhecimento e dom discernimento de espíritos.

O dom de sabedoria é uma revelação seguida de conselho (Atos 11:28-30). O dom de conhecimento é a revelação de algo ou de uma orientação (Atos 5:1-3). O dom de discernimento de espírito é a capacidade de perceber o mundo espiritual em nossa volta (Atos 10:9-11).

Esses dons podem ser manifestos de duas formas:

  1. visões: visões abertas, visões de coisas que se formam em nossa mente e sonhos; e
  2. testemunho interior: quando o Espírito Santo testifica algo em nosso espírito, é aquilo que sentimos em nosso coração com muita certeza.

Nós não temos visões e testemunho interior apenas quando recebemos algum dos dons de revelação. As visões e o testemunho interior são formas de Deus falar conosco e que Ele pode utilizar para nos dar revelações.

Todos nós podemos ter visões e testemunho interior, pois são formas como o Espírito de Deus se comunica com nosso espírito, mas nem sempre o que receberemos será uma revelação (descoberta de algo oculto, algo secreto, algo que ainda não aconteceu ou algum mistério), poderá ser uma resposta de oração, uma advertência, entre outros.

O Livro de Atos no capítulo 27 mostra dois exemplos de revelação, uma por testemunho interior e outra por visão:

  • Atos 27:10  “Senhores, vejo que a nossa viagem será desastrosa e acarretará grande prejuízo para o navio, para a carga e também para as nossas vidas”.

O “vejo” que Paulo disse seria melhor traduzido por “percebo” ou “sinto”. Era algo que ele sabia em seu interior.

  • Atos 27:23,24 “Pois ontem à noite apareceu-me um anjo do Deus a quem pertenço e a quem adoro, dizendo-me: Paulo, não tenha medo”.

Já aqui Paulo tinha visto um anjo do Senhor que havia transmitido uma mensagem à ele. Essa mensagem não veio do seu interior, mas foi algo que ele ouviu.

No primeiro versículo apresentado, Paulo teve uma palavra de conhecimento, algo do futuro foi revelado a ele e os soldados teriam que decidir o que fazer mediante aquela informação. Já no segundo versículo, Paulo operou o discernimento de espíritos, visto que ele teve consciência do mundo espiritual a sua volta e pode ver um anjo.

Portanto, os dons de revelação existem, estão presentes na bíblia e com ordem devem ser utilizados durantes nossos cultos. Sendo assim, busque esses dons em oração e acompanhe nosso blog para saber mais sobre o assunto.

2 comentários em “Dons de Revelação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s