A missão do homem

É muito difícil definir em poucas palavras a missão atribuída ao sexo masculino como indivíduo, como marido, como pai e inserido no contexto comunitário. Porém, se pudesse resumir em poucas palavras o que sua masculinidade deve ter como essencial para ser plena, elencaria três missões: proteger (zelar pela integridade de outrem), prover (suprir todas as necessidades básicas) e dar propósito (ou servir de plataforma, enviar para um destino, capacitar).

PROTEGER

O homem foi criado à imagem e semelhança de Deus com uma missão: “Tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar.” O homem, ao cair, deixou de ser o principal guardião da integridade da criação e passou a ser o principal opressor, causador de danos e problemas gerais, porém, sua missão continua sendo cuidar, guardar, proteger.

O homem, naturalmente falando, já tem uma estrutura física e emocional que o prepara para um enfrentamento, um impulso agressivo. O grande problema é quando o homem não sabe para onde direcionar essa “agressividade” e, em vez de proteger, ele destrói.

Você que é homem e está lendo esse texto, comece protegendo sua família:

  • Proteja sua família fisicamente

Se faça presente de fato. Lembre que não basta “colocar comida na mesa”, você deve participar da criação, brincar com os filhos, abraçar sua esposa, etc.

  • Proteja sua família espiritualmente.

Lembre-se que você é o sacerdote da sua casa. Ore, interceda, ensine seus filhos o caminho, a responsabilidade é sua. Não ache que é suficiente levar sua família para igreja, achando que quem  deve ensiná-la é o pastor ou padre. Faça um culto familiar, orem juntos, conduza sua família.

  • Proteja sua família emocionalmente.

Lembre-se que ninguém tem culpa se o seu trabalho foi estressante, não desconte na falta de tato com a mulher ou com os filhos. Elogie sua mulher e seus filhos. Lembre-se, ter uma mulher bonita não é tão barato, mas aumenta a autoestima dela e a sua, então não economize na beleza da tua mulher. Não faça nada que gere atritos e azucrinações dentro de casa e seja o braço forte de sua casa, um lugar onde os outros podem chorar sem julgamentos.

Um homem que protege gera segurança não somente para sua família, mas  para todos os que o cercam, fazendo a diferença na sociedade em que vive. O cão pastor serve como uma ótima ilustração para isso, como ilustra Dave Grossman, Ten Cel, Ranger em sua obra “OVELHAS, LOBOS e CÃES PASTORES”. O cão pastor não é uma ovelha, que apesar de pura e produtiva é inocente e incapaz de se defender. O cão pastor não é um lobo, pois não está interessado em ferir as ovelhas, mas ajudar o pastor a direcioná-las e a protegê-las dos lobos e das outras feras que tentam se aproveitar da inocência das ovelhas para tirar vantagem.

PROVER

A responsabilidade da provisão para o lar é do homem: “No suor do rosto comerás o teu pão (…)” Genesis 3:19. Isso não significa que a mulher não possa trabalhar também, entretanto, o homem deve ter sempre em mente que a responsabilidade de sustentar a casa é sua. O homem que não protagoniza sua vida e delega TODA a responsabilidade de sustento da casa para a mulher, é um covarde omisso, e não merece a mulher que tem.

Quando falo em sustento isso não se refere somente a dinheiro. Adão já realizava a tarefa elementar quando Eva foi criada e não havia ausência na tarefa. Desta forma, não é obrigação da mulher as tarefas domésticas, pois tudo é responsabilidade do homem, a mulher é uma auxiliadora idônea que vem pra somar ao trabalho que já está sendo feito. Os dois devem achar um equilíbrio para que se evite conflitos de convivência quanto ao trabalho e as tarefas domésticas, mas tudo é responsabilidade do homem.

PROPÓSITO

Todo homem precisa de um propósito, uma razão de viver, algum motivo para fazer sentido sua existência. Isso porque viemos de Deus e nossa vida só faz sentido com Ele. Mesmo o homem afastado de Deus tem a essência masculina dentro de si, mas como não possui um propósito definido (porque não se conhece em Deus), ele vai utilizar todo esse potencial para outra causa, boa ou não.

Por exemplo, a responsabilidade de proteção recaiu sobre o homem. O homem nasce com uma capacidade física de força e agressividade maior do que a mulher. Não conhecendo o que deve proteger  pode acabar usando essa agressividade para buscar propósito em seus próprios interesses ou interesses de outros. Porque existem homens que matam e morrem por time de futebol? Porque acharam nisso uma causa para lutar, defender.

A solução para esse desvirtuamento de finalidade não está em tirar agressividade do homem, mas está em direcioná-la para o lugar certo. Essa agressividade não necessariamente se dá fisicamente, mas está ligada a um ideal que deve ser buscado.

O que seria do mundo se não houvessem homens que pegaram todo esse potencial masculino e, em vez de abafarem-no, direcionaram ele para o lugar certo? Não preciso nem falar dos personagens bíblicos, que tinham tanta consciência de propósito que morreram levando a mensagem do Evangelho a todo lugar. Além dos que nos precederam na causa do evangelho, segue alguns exemplos:

  • Martinho Lutero: defendeu a educação pública e obrigatória para leitura da bíblia, o que com o passar do tempo foi sendo sistematizado e culminou na Escola de hoje. Se hoje podemos ter educação publica, com certeza o ponta pé inicial foi dele, independente de represarias que sofrera.
  • Martin Luther King Jr: foi o mais proeminente e líder do movimento dos direitos civis americanos numa época em que as pessoas de pele clara tinham todos os privilégios em detrimento da falta de dignidade das pessoas de pele escura.
  • Leonardo Di Vinci: além de pintor, músico, arquiteto, engenheiro, ele foi o responsável por desbravar o corpo humano. Sua intrepidez se dá ao fato de ser extremamente proibido pela Igreja Católica explorar o corpo humano. Sua coragem contribuiu muito para o que se conhece hoje de medicina.
  • Newton Knight: foi um antiescravagista americano que defendeu ardentemente seus ideais  contra a escravidão, apesar da sociedade extremamente escravagista. O Capitão knight armou uma resistência e lutava contra os remanescentes do Sul. (Assistam o filme: Um Estado de Liberdade)

Milhões e milhões de exemplos de homens que seguiram um propósito e defenderam suas ideias. Mas e quanto a nós? Temos que buscar em Deus qual o nosso propósito de vida e, assim que descobrirmos, seguir esse propósito com toda a nossa garra, moral e “agressividade redimida” para alcançar esse objetivo.

2 comentários em “A missão do homem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s