O modelo de evangelização do mundo

Olá pessoal! Hoje nós vamos falar um pouco sobre evangelização. 

Jesus não só nos deu a ordem de ir por todo mundo pregando o evangelho a toda criatura (Atos 1:8) como ele nos ensinou, por meio do seu exemplo prático, como devemos fazer isso e é exatamente esse método de Cristo que quero apresentar para vocês hoje.

O evangelho de João diz que Jesus estava com Deus desde princípio, que ele era Deus e que se fez carne.

“No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus e era Deus. Ele estava com Deus no princípio.” ‭‭João‬ ‭1:1-2‬

“Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. ”‭‭João‬ ‭1:14‬a

O agente através do qual o universo foi criado, tornou-se um ser humano com todas as características de um judeu palestino do 1º século.

Deus se tornou pequeno, fraco, pobre e vulnerável, experimentou tudo que vazia parte da “carne” a qual havia sido criado. O verbo se fez carne, tornou-se um de nós, mas não deixou de ser ele mesmo.

Deus se identificou conosco embora não renunciasse sua identidade, esse princípio: a identificação sem perda da identidade,  é o modelo de evangelização mundial.

Entretanto, muitos de nós se agarram com todas as forças as heranças culturais (hábitos e costumes) alegando que fazem parte da sua identidade. Além disso, tratamos a herança cultural do outro sem o respeito que ela merece. Impomos nossa cultura e  desprezamos a do outro. Esse porém, não foi o modelo de Cristo, que se esvaziou da sua glória para servir com humildade.

Veja bem, isso não quer dizer que vamos abrir mão de tudo, mas não podemos tratar como sagrado aquilo que não é, nosso tradicionalismo, hábitos e costumes não fazem parte do evangelho.

Muitos rejeitam o evangelho, não porque o consideram falso, mas porque o consideram estranho.

É claro que o evangelho vai exigir confronto, Cristo vai solicitar mudanças de atitude, mas precisamos entender que as pessoas precisam se tornar parecidos com Jesus, não conosco mesmo.

A fim de revelar-se, Jesus esvaziou-se e humilhou-se. Esse é o modelo de evangelismo que a Bíblia traz. Existe auto-esvaziamento e auto-humilhação em todo evangelismo autêntico. Sem ele, esvaziamos o evangelho é deturpamos o Cristo que programamos.

Texto baseado no artigo “A Bíblia na evangelização do mundo” de Jonh Stott.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s