Estudo: Parábola da “Ovelha Perdida”

Referência: Lucas 15: 1-7

Antes de iniciar o estudo da parábola vamos entender qual público escutava esses ensinamentos. Os versos 1 e 2 falam de dois grupos da sociedade: um grupo de pecadores (pessoas de má fama) e um grupo de fariseus (os religiosos da época).

A diferença entre esses dois grupos é que o grupo de pecadores estava ciente de suas falhas, enquanto o grupo de fariseus confiava a salvação a si mesmo, por suas atitudes e obras. Eles se consideravam santos e justificados, não tendo do que se arrepender.

Tendo entendido o público que ouvia a parábola vamos analisar cada um de seus versículos.

  • Versículo 4: “Se algum de vocês perde uma ovelha, por acaso não vai procurá-la? Assim, deixa no campo as outras 99 e vai procurar a ovelha perdida até achá-la.”

O pastor é responsável pela ovelha que se perdeu. Então, ele vai atrás dela. O homem rompeu sua aliança com Deus quando Adão pecou e assim, se perdeu. Por isso, Deus se fez homem e veio ao mundo para procurar os perdidos.

Quando uma ovelha se perde ela cai dura no chão e fica ali deitada sem se mover, uma ovelha perdida fica completamente desamparada. Assim também é o homem perdido, separado de Deus pelo pecado fica completamente desamparado.

  • Versículo 5: “Quando encontra fica muito contente e volta para casa com ela nos ombros.”

Ao encontrar a ovelha perdida, o pastor terá que colocá-la no ombro e carregá-la para casa por uma distância considerável, ou seja, o pastor terá que carregar um fardo, mas ele faz isso com alegria. Jesus também nos carrega no colo até nos levar a nossa casa.

A casa é um lugar de comunhão e intimidade com Deus, é onde a aliança é restaurada.

  • Versículo 6: “Chegando à sua casa, chama os vizinhos e diz: “ Alegre-se comigo porque achei minha ovelha perdida”

Encontrar uma ovelha perdida era motivo de grande alegria. Assim, quando chega a casa com a ovelha perdida, toda comunidade se alegra. Na comunidade cristã deve haver alegria quando alguém se arrepende e encontra salvação, pois a restauração de um pecador tem que ser motivo de felicidade.

  • Versículo 7: “Pois eu lhes digo que assim também vai haver mais alegria no céu por um pecador que se arrepende dos seus pecados do que por 99 boas pessoas que não precisam se arrependimento.”  

No fim da parábola Jesus diz quem são as 99 ovelhas que ficaram no campo. Essas ovelhas representam as pessoas boas que não precisam se arrepender. Existe alguém que não precisa de arrependimento? Lembra de quem estava escutando essa parábola? Pecadores e fariseus, os justos que não precisavam de arrependimento, pois eram salvos pelo cumprimento da lei e das boas obras.

As 99 ovelhas são aqueles que confiam a salvação em si mesmo e nos seus atos, não enxergando a necessidade de arrependimento e julgando os outros.

Repare que o pastor deixa as 99 no campo, mas quando volta com a ovelha perdida, ele retorna para casa. As 99 não vão pra casa, pois a aliança com elas não foi restaurada. Elas não podem retornar ao lugar de origem, lugar da presença de Deus, sem a restauração dada por Cristo. Assim, a ovelha perdida é todo aquele que se arrepende. Jesus procura os perdidos e encontra os arrependidos.

Concluindo, nessa parábola Jesus diz aos pecadores: “se arrependam que eu os encontrarei e resgatarei” e aos religiosos: “se não enxergarem a necessidade de arrependimento, não há como restaurar sua comunhão com Deus”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s