Mais que uma universidade, um encontro extraordinário!

Quem já ouviu falar que durante a universidade temos que aproveitar tudo da vida? Algumas pessoas levam isso a sério e aproveitam o período da faculdade para crescer no que há de melhor nessa vida, Jesus, e por consequência, apresentam Ele à outras pessoas também. Minha amiga Jaqueline, a Jaque, foi alcançada assim e, por isso, eu a convidei para testemunhar no blog hoje. Espero que essa leitura alcance muitos jovens. Portanto, se você conhece algum, compartilhe esse post. Precisamos declarar que as universidades do Brasil são lugares de encontro com Cristo e de transformação de vida!

“As portas do inferno não prevaleceram contra a igreja.” Mateus 16:18

Aos 18 anos, o grau de responsabilidade das decisões aumenta, é o momento onde começamos idealizar o futuro: carreira, vida financeira, social bem sucedido, dentre outros. Junto com a idealização vem às perguntas: “onde vamos trabalhar”, “em qual universidade estudar”, e o principal “qual curso escolher…” É um turbilhão! E nesse tempo o referencial estava dentro da minha casa, a fala que perdurou e ecoou durante 18 anos de vida “Quando crescer vai ser engenheira civil”. Pois bem, naquela hora todas as dificuldades com exatas, e os testes vocacionais insistindo em dizer ciências humanas, exatas não, foram ignorados, chegando à época da decisão o que venceu foi o caminho que me ensinaram: andar, trabalhar, me formar, aproveitar tudo o que a vida me proporcionava, e finalmente ter sucesso!

Em Fevereiro de 2014 lá estava no 1º Período de Engenharia Civil.Os grupinhos da sala já estavam com destino traçado, e em meios aos intervalos de aula, os barzinhos, a comida e a bagunça do grupo se tornavam atrativos. Durante meses nos dividíamos em procurar lugares diferentes para frequentar, afinal estar na universidade e não “aproveitar” era o fim… José era uma daquelas companhias que topava tudo, mas um dia ele convidou a galera para um programa diferente, o qual ninguém tinha escutado falar, o “Insight”, ideias que transformam.

Sem título-1

Ao chegar no espaço chamado de Xodó da Vovó, dentro da universidade mesmo, me deparei com muitos universitários, e uma canção no violão que dizia Pela cruz me chamou, gentilmente me atraiu. E eu, sem palavras, me aproximo, quebrantado por seu amor[…]”  (Mal sabia eu, que naquele momento estava sendo alvo desse grande amor, como a canção mesmo diz “Imerecida vida, de graça recebi”).

whatsapp-image-2017-10-20-at-14-49-08-e1509055559739.jpeg

Ao terminar a canção um rapaz compartilhou uma mensagem com o tema “VOCÊ TEM UM GRANDE AMIGO?”. Ele falou sobre várias coisas, e ao final disse que Jesus é o nosso grande amigo e que só Ele pode nos ajudar em todas as coisas…

Desde o inicio da palavra o pensamento era “O que eu estou fazendo perdida aqui”. É, o meu coração não foi receptivo a essa palavra, pois havia passado por uma grande decepção na adolescência e eu realmente não conhecia Jesus, como esse grande amigo!

Ao terminar a mensagem, uma jovem super, mega “doida” (foi assim que eu a defini naquele momento) se aproximou e foi logo se apresentando: “Oi, meu nome é Estéffani, sou do Rio Grande do Sul e estou cursando Engenharia Civil”, a alegria dela foi tão radiante que me propus a retornar no próximo “Insight”.  (Na foto abaixo, eu sou a primeira da esquerda para direita. A Estéffani está do meu lado, ela se apresentou exatamente com esse sorriso, resplandecendo o amor de Jesus, e é assim que ela permaneceu da Universidade, para a vida).

WhatsApp Image 2017-10-20 at 14.45.49

Após alguns “Insight” o que era estranho e por interesse de uma amizade, se tornou uma busca para conhecer Jesus, aquele ao qual eu escutei de uma maneira que nunca antes havia escutado.

Mais que uma universidade, um encontro extraordinário com Jesus. Ele mudou e transformou totalmente a minha vida e a minha família. Ele cuidou e guiou cada passo conforme diz o Salmo 139:16-17: “Os teus olhos viram o meu embrião; todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir
Como são preciosos para mim os teus pensamentos, ó Deus! Como é grande a soma deles!”

Hoje, não estou mais em Eng. Civil, mas sim na graduação de Direito e compreendo que todas essas coisas que aconteceram tinham um grande propósito. E que essas pessoas sim souberam e sabem aproveitar a Universidade, elas são Sal&Luz não só em minha vida, mas na vida de muito universitários.

Gostou? Compartilhe com os amigos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s