E você, negaria?

Hoje eu quero te contar a história de um cara chamado Mohamed! Ouvi a história dele pelo Pastor Mário Freitas da Mais (Missão de Apoio a Igreja Sofredora).

Mohamed era um muçulmano, filho do chefe da mesquita na região que moravam. Na sua religião, Mohamed era uma espécie de missionário e certa vez foi enviado para uma região no Sudão, seu país, para tentar converter cristãos ao Islamismo.

Um dia Mohamed decidiu que iria ler a bíblia para saber mais sobre o cristianismo e conseguir argumentar melhor com os cristãos. Mohamed começou a ler os evangelhos e se converteu ao cristianismo.

“E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará”  João 8:32

Mohamed descobriu na bíblia uma verdade, Jesus era o filho de Deus, e resolveu compartilhar essa verdade com seus familiares. Ele foi falar com seu pai, que não gostou nada do que escutou. Então, expulsou Mohamed de casa e deu ordem para que quem o encontrasse, o matasse. Mohamed fugiu e virou mendigo.

Certo dia, enquanto pedia esmolas, um Pastor resolveu ajudá-lo e sabendo que ele estava naquela situação por ser cristão o acolheu em sua casa.

Mohamed se casou com a filha desse Pastor, teve três filhos e também virou Pastor.

Um dia Mohamed tinha um encontro marcado com o Pastor Mário Freitas, que estava em uma missão de apoio a igreja do Sudão. Mas, Mohamed não chegava, ele se atrasou muitas horas e quando finalmente chegou estava muito machucado. O Pastor Mário quis entender o que havia acontecido:

  • Pastor Mário: – Mohamed, o que aconteceu?
  • Mohamed: – Alguns homens me pegaram quando eu estava saindo de casa e me espancaram.
  • Pastor Mário: – Nós precisamos denunciar esses homens para as autoridades.
  • Mohamed: – Não adiante Pastor Mário, eles são as autoridades. Eles me batem para tentar fazer com que eu negue a Cristo.
  • Pastor Mário: – E com que freqüência eles fazem isso?
  • Mohamed: – Pelo menos a cada 15 dias.
  • Pastor Mário: – E eles fazem isso só com você?
  • Mohamed: – Não Pastor, com toda minha família.
  • Pastor Mário: – E você nunca negou Mohamed?
  • Mohamed: – Pastor Mário, eu tenho vergonha de contar, mas uma vez eu quase neguei. Nessa vez, chegaram 7 homens na nossa casa. Eles prenderam as crianças no banheiro, me amarraram e começaram a violentar minha mulher bem na minha frente. Se eu negasse, eles iriam parar. Eu quase neguei, mas quando eu ia negar minha esposa me disse: “Mohamed não nega! Não nega, pois Cristo é a única coisa que nós temos”.

Depois disso o Pastor Mário emocionalmente sugeriu à Mohamed que ele viesse com a família para o Brasil, mas Mohamed recusou o convite, pois ainda não tinha cumprido sua missão no Sudão, ele sabia que precisava ficar ali até que o tempo de Deus se cumprir em sua vida. Dias depois o pastor Mário teve que voltar às pressas ao Brasil.

A última notícia que se tem sobre Mohamed é que havia saído uma foto dele no jornal local, dando autorização a qualquer um para matá-lo. Mohamed havia fugido do Sudão e estaria tentando resgatar sua família, sem ainda ter conseguido contato com eles.

E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna. Mateus 19:29

Mohamed entendeu a mensagem do evangelho, ele ama a Deus acima de todas as coisas. Mas a minha pergunta hoje é para você: “Você negaria? Até onde vai sua fé?”

Gostou do texto de hoje? Não deixe de orar pela vida do Mohamed, por sua família, pelos cristãos perseguidos e agradeça a liberdade que temos (imerecida liberdade). Compartilhe esse texto com os amigos….

Assista a palavra do Pastor Mário Freitas na integra: Arão ou Mohamed?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s