Não existe regra

Na época de Cristo existia um grupo de pessoas que estava muito preocupado com a preservação da Palavra de Deus, eles não queriam que os princípios estabelecidos pelo Senhor se perdessem. Então criaram uma série de regras próprias para impedir que o povo transgredisse a lei. Eles tinham o hábito de ir ao templo, de orar, de dizimar e de fazer boas ações aos pobres. Eles gostavam de ensinar sobre a Palavra e andavam com ela para todo lado fixada em suas roupas. Pelo medo de pecar, eles se isolavam de tudo aquilo que poderia trazer impureza para própria vida.

Não parecia ruim. O problema é que Jesus chamou esse grupo, os fariseus, de sepulcro caiado.

“Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês são como sepulcros caiados: bonitos por fora, mas por dentro estão cheios de ossos e de todo tipo de imundície.” Mateus 23.27

maca.jpg

 

Ao observar a “igreja brasileira” de hoje, eu percebo muita semelhança como grupo de fariseus. Você também não notou semelhanças ao ler a descrição acima? Mas porque nos tornamos tão parecidos com eles?

Acredito que a sistematização do evangelho torna a vivência dele mais fácil. Quando alguém se converte recebe um choque de moralismo. Não pode usar roupas curtas e justas, não pode frequentar certos lugares, não pode estar junto com algumas pessoas, não pode se tatuar, não pode ouvir música secular, não pode, não pode e não pode. Além disso, ela tem a obrigação de frequentar regularmente toda programação da igreja, afinal de contas, se ela deixa de ir é sinal de que Deus não é prioridade em sua vida. Esse novo convertido também dá o dízimo, canta louvores e ouve a palavra pregada nos cultos. Essa pessoa começa a fazer tudo aquilo que lhe é imposto e acredita estar em santidade. Pronto! Ela pode seguir a vida assim, nada mais é necessário.

O resultado disso? Uma igreja superficial com pessoas frustradas que não podem fazer aquilo que querem. Uma fé que passa pela fé de outra pessoa, se um pastor, um irmão ou um cantor gospel comete um erro já é o bastante para os outros apontarem, julgarem e até se desviarem. Somos as sementes que caíram no terreno pedregoso.

Parte dela caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita terra; e logo brotou, porque a terra não era profunda. Mas quando saiu o sol, as plantas se queimaram e secaram, porque não tinham raiz.  Mateus 13:5-6

Portanto, precisamos ser sementes em boa terra e desenvolver raízes, intimidade com o Senhor.

A intimidade com Cristo troca as conferências e congressos pelo lugar secreto, onde as raízes vão crescer. Os cristãos devem ser estimulado a ter seu tempo com Deus, devem ser ensinados a desenvolver uma vida de oração no secreto, a abrir seu coração e buscar em Deus tudo aquilo que deve ser transformado em sua vida.

Sendo assim, a menina que usava roupas curtas e justas vai parar de se vestir assim, pois vai entender que ela é uma filha amada e que não precisa se auto-afirmar ou chamar atenção dessa forma.

Andressa Urach antes e depois da conversão

O garoto que gosta de música secular vai começar a perceber que algumas letras não edificam sua vida e como ele está sedento por Deus vai começar a procurar músicas que o aproximem do Senhor (veja mais aqui).

Aquele outro rapaz que gosta de tatuagens vai entender que não precisa delas para firmar uma identidade, pois em Cristo ele já tem uma identidade definida. Ou ele vai perceber que as tatuagens são uma forma sadia de se cuidar, assim como mulheres cuidam do cabelo, e para ele, tudo bem ser tatuado. (veja mais aqui)

Deus estabelece princípios em sua palavra, mas para tudo aquilo que não está claro, não existe regras.  É o Senhor que vai sondar o coração e mudar aquilo que precisa de mudança, pois Deus não vê como os homens vêem.

O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração. 1 Samuel 16:7

395923_197784823652098_122906044473310_324935_674508635_n.jpg
O que Deus vê x O que o homem vê

Um evangelho assim é mais difícil porque toca em todas as nossas feridas e nos leva a uma transformação verdadeira (aí está a famosa porta estreita). Deus sonda os corações e molda cada um segundo seus propósitos. Isso é relacionamento com Deus. Cada vez que você entrar no secreto você precisa sair de lá um pouco mais transformado, um processo de cada vez.

2 Coríntios 3:18 – Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.

Eu creio que é assim que somos plantados no solo da intimidade e viveremos a verdade do evangelho de Cristo.

Sementes boas plantadas em solo bom geram bons frutos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s