Estudo: a marginalizada e o prestigiado

Hoje nosso estudo vai analisar o encontro de Jesus com duas pessoas: uma mulher marginalizada (A Samaritana) e um homem prestigiado (Nicodemos), fazendo uma relação entre a fonte de água viva e o nascer de novo.

João 4: 7-15 e João 3: 1-5

A samaritana era uma mulher marginalizada imoral, uma pessoa pervertida e desprezada na sociedade. Os samaritanos eram judeus que ficaram para trás no cativeiro da babilônia e se casaram com mulheres cananeias formando uma nova tribo, os samaritanos. Eles misturaram uma parte da religião judaica com uma parte da cananeia e criaram uma religião sincrética. Por isso, os judeus consideravam os samaritanos racialmente inferiores e hereges.

Nicodemos era um líder religioso e civil, prestigiado na sociedade, de moral elevada.

No encontro com a mulher samaritana Jesus oferece algo tão básico e necessário para o espírito quanto a água é para o físico. Ele diz que não há nada fora dela (de nós) capaz de satisfazer a sede existente no seu interior.

Isso é facilmente percebido em nossa vida, pois sem Cristo podemos conseguir todos os resultados pessoais e profissionais que almejamos mas continuará a  existir um vazio em nós, como se ainda faltasse algo (leia um testemunho aqui).

Jesus surpreende a mulher samaritana apresentando sua necessidade espiritual. A mesma necessidade que nós temos.   Já no encontro com Nicodemos, Jesus mostra que só conseguiremos saciar nosso espírito ao nascer de novo.

Quando Jesus encontra com Nicodemos a pergunta que fica no ar é “O que fazer para nascer de novo”. O que você fez para nascer? Nada! A vida é um dom gratuito de Deus, de igual modo a salvação também é uma dadiva. Sendo assim, o nascer de novo acontece por meio de Deus, que se fez homem e deu sua vida por nós (graça).

nascimento

Nicodemos era um homem cheio de realizações morais e espirituais. A mulher samaritana, uma marginalizada imoral. Aos olhos de Deus, ambos igualmente perdidos que precisam recomeçar. Nicodemos e a mulher samaritana são igualmente pecadores e necessitam da graça.

O homem precisa experimentar a água da fonte da vida e para isso é preciso nascer de novo, reconhecer que independente da sua moral e prestígio é pecador e necessita de um salvador e Senhor, é assim Deus pode nos dar a salvação.

Jesus pode nos oferecer essa água (relacionamento com Deus), pois ele teve sede. Ele se tornou homem vulnerável e quando estava na cruz disse: “Tenho sede” (João 19:28). Entretanto, essa “sede” não era necessidade física. Jesus estava experimentando a perda do relacionamento com Deus porque estava levando sobre si o nosso castigo. Estava excluído da fonte da água viva, Deus.

Assim, hoje o que ele espera é que aceitemos seu sacrifício e por meio da percepção de que somos pecadores e precisamos ser perdoados possamos receber a graça de Deus e nascer de novo.

hqdefault.jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s