O que, como e quando?

É melhor morrer por um propósito do que viver sem nenhum.

Recentemente, temos falado muito sobre descobrirmos quem somos e “o que” nascemos para fazer. Você sabe o que veio fazer nessa terra? Sabe como irá fazer isso? Ou sabe quando começará seu ministério? Hoje quero te convidar a refletir sobre isso. Todo propósito (o que fazer) tem um modo (como fazer) e um tempo (quando fazer).

Todos somos chamados para evangelizar e discipular. Essas coisas nós não precisamos perguntar a Deus se é ou não para cada um de nós. É responsabilidade de todos. Entretanto, existem coisas que são específicas. Há um plano personalizado de Deus para cada um de nós.

Muitas vezes nós queremos que Deus nos revele esse plano, fazemos propósitos e esperamos por revelações. Mas, hoje eu quero te convidar a sondar seu coração. Filipenses 2:13 diz que é Deus quem efetua em nós o querer. Deus trabalha conosco nos desejos, esse é o ponto de partida, nosso primeiro passo. Sendo assim, precisamos aprender a orar para que Deus efetue em nós “o querer” segundo à sua vontade.

Além de entender “o que” fazer, também precisamos pensar sobre “como fazer”. Se pergunte: “Qual é a minha motivação para fazer isso?”.  Se você está no propósito certo e com a motivação certa, a “graça” vai operar em você. Suas qualificações serão aprimoradas, suas limitações serão supridas e você começará a exercitá-las, até que chegará seu tempo.

Entender “quando” é muito importante. Pode acontecer muito rápido ou demorar. Se for rápido, não se assuste. Se demorar, tenha paciência. A paciência é a atitude que devemos ter no momento de espera. Esperar não é ficar parado, é viver os processos de Deus. Não reconhecer esses processos nos colocará em um tempo errado e ao assumir nosso ministério antes da hora podemos nos perder em meio ao propósito de Deus.

Já parou para pensar que seu propósito vai impactar a vida de várias pessoas? E que elas também precisam estar prontas? Deus orquestra tudo isso e sendo assim, só Ele pode nos revelar o momento certo.

Moisés se precipitou e por isso, a saída dos hebreus do Egito atrasou 30 anos. Em Gênesis 15:13, Deus promete a Abraão que eles seriam escravos por 400 anos. Quando estava se aproximando esse tempo Moisés nasceu (Atos 7:17). Já adulto, ele pensou que o povo o reconheceria como líder e matou um egípcio (Atos 7:25 e Atos 7:27). Por isso, teve que fugir para Midiã, onde passou 40 anos, até que aqueles que o perseguiam morressem (Êxodo 2:23 e Êxodo 12:41). Se Moisés tivesse esperado 10 anos para começar seu propósito, talvez os hebreus tivessem saído do Egito 30 anos antes.

Sendo assim, devemos andar sempre seguindo as nuvens, enquanto as nuvens não se movem devemos permanecer parados (Nm 9:17). Se você não sabe para onde ir, fique onde está!

Para descobrir “o que”, “como” e “quando” é necessário termos discernimento. Deus nos chama para sonhar. A fé é uma posse antecipada daquilo que Deus tem para nós. Pela fé, podemos enxergar onde ninguém mais nos vê. Entretanto, precisamos aprender a identificar quando é nossa carne falando e quando é Deus falando. Esse discernimento vem pela meditação na palavra e pela prática da oração. Assim, aprenderemos a discernir e entender tudo o que realmente faz nosso coração arder.

Na próxima semana falaremos sobre nossos sonhos e apresentaremos uma forma de identificar quais deles vêm de nós e quais vêm de Deus. Acompanhe nosso blog e até mais.

5 comentários em “O que, como e quando?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s