Hoje sei quem sou

O texto hoje é da minha amiga Rhayne, ela falou sobre o que Deus fez em sua vida, revelando sua verdadeira identidade. Espero que você seja abençoado, assim como eu também fui.   

Nasci em uma família que tinha todos os requezitos da lista de repudiados pela sociedade: família “de cor” negra, pobre, sem nenhum tipo de estudo, problemas com vícios e brigas familiares constantes. A recepção que nos era dada, era de desprezo e arrogância, muito diferente comparada a de outras famílias. Percebia que só poderia ser bem aceita na sociedade, se oferecesse algo que as outras pessoas não tinham ou se me comportasse de acordo com as regras impostas pelo meio.

Dessa forma, o sentimento de rejeição apenas aumentava em meu coração e em minha alma. Entretanto, o contexto social e os problemas familiares, não foram o marco inicial das minhas feridas e aflições, isso começou na minha concepção.

Fui gerada dentro de um relacionamento extraconjugal. Minha mãe, após saber que estava grávida, tentou o aborto, através de remédios e outros meios que estavam ao seu alcance. Para ela, não havia possibilidade de gerar mais um filho extraconjugal, devido a condições financeiras e problemas familiares, mas as tentativas foram um fracasso.

Esse trauma gerado ainda dentro do ventre de minha mãe foi o inicio para uma infância e adolescência cheia de complexos, baixa autoestima, insegurança, falta de identidade, sensação de desconforto e com o sentimento de não ser bem vinda em nenhum lugar.

Assim eu cresci. Esses sentimentos foram cada vez mais se aflorando dentro do meu ser, e as consequências destes sentimentos, começam a tomar forma em minhas decisões e maneira me comportar.

Na adolescência, fui vitima de assédio sexual causando deturpação total da imagem de um relacionamento entre homem e mulher. Passei a acreditar que a vontade de Deus para o casamento não era tão boa, perfeita e agradável como ouvia dizer nas poucas vezes que visitava uma igreja. Por isso, não queria ter nenhum relacionamento hétero. Foi então que me envolvi, por um curto período de tempo, em um relacionamento homossexual.

Minha vida começou a desmoronar, porque vieram novos problemas e um abismo foi puxando o outro!

Não acreditava no amor entre um homem e uma mulher. Não acreditava no amor da minha família. Tudo em mim era estranho: meu cabelo, minha pele e minha voz. Corria de um lado para o outro para me adaptar ao sistema da beleza feminina oferecido pela mídia, desenvolvi problemas com anorexia, a minha necessidade por aceitação era gritante, mas não era percebida por ninguém, eu sofria com esses complexos calada. O desejo de tentar suicídio começou a se desenvolver e tive algumas tentativas sem nenhum sucesso.

Foi na juventude que tudo mudou, Deus me amou da maneira que eu necessitava!

Conheci meu namorado que hoje é meu marido, encontrei no olhar dele algo que não encontrei em nenhum outro olhar, Jesus e aceitação. Ele me aceitou e me amou, exatamente do jeito que eu era. Ele me apresentou um Deus de amor e cuidado. Conforme fui crescendo no conhecimento de Deus, das suas promessas para a minha vida e em todas as verdades que não conseguia enxergar antes, não tinha como permanecer indiferente a Ele. Quando descobri que eu poderia me tornar a sua filha e Ele o meu Pai, queria me lançar nos braços de amor Dele e me rendi completamente, o aceitei em meu coração e em seguida desci as águas.

O tempo passou, algumas feridas foram curadas, mas nem todas. A ferida da rejeição continuava e as consequências eram: uma identidade deturpada, insegurança e baixa autoestima, entre outras. Então fui convidada a participar do curso Veredas Antigas oferecido pela minha igreja. Foi aí que tudo aconteceu!

Em um período de ministração individual o Senhor revelou “quem sou para Ele”. Eu perguntei “Senhor, quem eu sou para ti? ” e ouvi uma doce voz me dizer “ você é a menina dos Olhos de Deus” não consegui conter as lágrimas e senti que os fardos que carregava a anos foram removidos de minhas costas. A partir de então, tudo em minha vida mudou, pois o processo de cura da minha alma se intensificou e pouco a pouco, fui sendo curada e sarada dos sofismas estabelecidos em minha mente, contrários a palavra de Deus, e das feridas do meu coração e minha alma.

Hoje sei quem sou! Sou a menina dos olhos de Deus e sei que nenhum mal poderá prevalecer sobre mim e que sempre estive guardada e protegida por aquele que me amou primeiro, mesmo sem entender muitas vezes. A minha confiança está Nele, Ele é o meu abrigo, o meu porto seguro, a minha força, a minha salvação. Ele é o meu Pai!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s