7 respostas sobre dons espirituais

Hoje nosso estudo será sobre os dons espirituais (dons distribuídos pelo Espírito Santo). Esse estudo foi elaborado em forma de perguntas e respostas. Espero que seja esclarecedor para você. 

1) A Bíblia apresenta um lista de dons?

A bíblia apresenta 3 listras de dons: espirituais, ministeriais e de atuação (1 Coríntios 12: 4-6). Os dom espirituais são dados pelo Espírito Santo, o propósito desses dons é a edificação da igreja, essa lista aparece em 1 Coríntios 12: 8 -10.   Os dons ministeriais são dados por Jesus Cristo, o propósito desses dons é o serviço na obra de Deus, essa lista aparece em Efésios 4.11. Os dons de atuação (ou operação) são dados por Deus, o propósito desses dons é nos capacitar para exercer nosso chamado, essa lista aparace em Romanos 12: 6 -8.

2) É possível classificar os dons espirituais?

Sim, os dons espirituais podem ser agrupados de acordo com a aplicação. Para esse estudo nós vamos agrupar esses dons em 3 áreas: dons de relevação (palavra de sabedoria, palavra de conhecimento e discernimento de espíritos), dons de poder (fé, cura e operação de milagres) e dons vocais (profecia, variedade de línguas e interpretação de línguas).

3) Como cada dom espiritual se manifesta?

As revelações geralmente se manifestam por sonhos, visões ou testemunho interior (quando o Espírito Santo testifica ao nosso espírito, é aquilo que “sentimos”). Os dons de poder, realizam sinais e maravilhas. Os dons vocais são aqueles relacionados a voz, manifestos por inspiração divina.

4) Podemos descrever cada um dos 9 dons espirituais?

Sim. Abaixo uma breve explicação:

  • Palavra de Sabedoria: uma revelação seguida de conselho. Por exemplo, José não apenas interpretou o sonho, mas também aconselhou ao faraó sobre o que fazer.
  • Palavra de conhecimento: uma relevação que te mostra algo sobre o qual você deve agir. A revelação é simples e por si só te dá conhecimento necessário para agir. Por exemplo, Pedro antes de ir falar com Cornélio, teve sua visão pela qual tomou conhecimento de que poderia pregar aos gentios.
  • Discernimento de espíritos: quando você consegue perceber o mundo espiritual a sua volta. Não é relacionado apenas a espíritos ruins e processos de libertação, mas todas as vezes que a bíblia fala sobre uma visão de anjos, por exemplo, é uma manifestação desse dom.
  • Fé: essa fé não é uma a fé normal que Deus dá a todo cristão. É como se fosse uma upgrade na fé de alguém, para que essa pessoa seja capaz de receber um milagre ou cura.
  • Dons de cura: refere-se a capacidade de operar curas nas pessoas com enfermidades, seja ela qual for.
  • Operação de milagres: realização de sinais, tudo que não é cura física pode ser classificado como milagre: Josué parando o tempo, Jesus transformando água em vinho, a multiplicação dos peixes, a travessia do mar vermelho, dentre outros.
  • Profecia: as profecias edificam, exortam o consolam as pessoas que as recebem. Geralmente são uma testificação de algo que Deus já tem ministrado no coração da pessoa que recebe. Por exemplo, Paulo recebeu 2 profecias sobre a perseguição que sofreria em Jerusalém, testificando algo que o próprio espírito já estava falando ao coração dele.
  • Variedade de Línguas: o dom de variedade de línguas tem a mesma função do dom de profecias: edificar, exortar e consolar. Age em conjunto com o dom de interpretação de línguas.
  • Interpretação de Línguas: é o dom de interpretar o que foi profetizado em outra língua. Esse dom só opera em conjunto com o dom de variedade de línguas.

5) Todos recebem dons espirituais?

Sim, o versículo 7 de I Coríntios 12 diz que os dons são dados a cada um. Quando a bíblia se refere à “corpo” ela esta dizendo a respeito dos dons. Cada um tem uma função específica para desempenhar na Igreja de Cristo.

6) Onde os dons se manifestam?

No contexto dos evangelhos os dons se manifestavam, muitas vezes, na rua mesmo. Não há nada que diga que os dons apenas se manifestem nos cultos. Um bom lugar para manifestação dos dons são nas reuniões nos lares (com poucos irmão), pois, muitas vezes, nas reuniões dos templos, por causa da necessidade de ordem, não é possível que cada um opere seu dom. Mas os dons precisam ser desmitificados pois, podem ocorrer em qualquer lugar e devem fazer parte do dia a dia dos cristãos.

7) Como devemos operar as línguas de fogo? 

Quando nós lemos sobre o dom de línguas os textos parecem se contradizer e, talvez por isso, há muitas discussões sobre esse tema no meio Cristão. Tive entendimentos sobre os dons e especialmente sobre o dom de línguas depois que ouvi o seminário sobre Dons do Espírito ministrado pelo Pastor Luciano Subirá (disponível no site do orvallho.com).

Para entendermos melhor sobre esse tema precisamos olhar para os textos bíblicos sobre 3 formas de operação: “linguagem de oração”, “dom de variedade de línguas” e “sinal aos incrédulos”. As três operações são distintas entre si e a confusão ocorre quando tentamos iguala-las. Nossa análise será com base no texto de 1 Coríntios 14. Sugiro que você faça a leitura antes de continuar. Vamos analisar inicialmente os versículos 1 e 4:

Versículo 1: “Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala mistérios.” 

Versículo 4: O que fala em língua desconhecida edifica-se a si mesmo, mas o que profetiza edifica a igreja.”

Com base nesses versículos, abordaremos a “linguagem de oração”. Nessa operação o homem fala diretamente com Deus para sua edificação pessoal. Esse tipo de linguagem é disponível para todo cristão e nós devemos busca-la já nos edifica. O próprio apóstolo Paulo dizia que não existia ninguém que orava mais em línguas do que ele (1 Coríntios 14:18). Esse tipo de operação não necessita de tradução já que é o homem falando com Deus, e quando não há interpretação a orientação de Paulo é que essa pessoa se cale na igreja e fale a si mesmo (1 Coríntios 14:18).

Continuando a análise, o versículo 5 diz: E eu quero que todos vós faleis em línguas, mas muito mais que profetizeis; porque o que profetiza é maior do que o que fala em línguas, a não ser que também interprete para que a igreja receba edificação. 

Nesse ponto o apóstolo Paulo inicia a outra forma de operação das línguas de fogo, o dom de variedade de línguas, que quando utilizado juntamente com o dom de interpretação seria igual ao dom de profecia e edificaria toda comunidade. Assim como no dom de profecia, nesse caso é Deus falando com o homem, pois edifica a todos e não apenas ao que fala. Portanto, para essa operação há necessidade de interpretação, podendo ser a mesma pessoa que fala e interpreta. Entretanto, não são todos os cristãos que recebem esses dons pois, é o espírito que distribui segundo a sua própria vontade.

Por fim, o versículo 22 trás a 3ª operação das língulas de fogo: “De sorte que as línguas são um sinal, não para os fiéis, mas para os infiéis; e a profecia não é sinal para os infiéis, mas para os fiéis.”  

Se você leu todo o texto poderá achar essa afirmação um pouco contraditória. Ele tinha acabado de dizer que as línguas poderiam escandalizar os incrédulos e agora disse que são um sinal para eles. Mas não há contradição pois esse texto fala das línguas de fogo sob a mesma perspectiva que aconteceu em Atos 2. Essa forma de operação das línguas é aplicada quando um homem fala a outro homem a respeito das coisas de Deus. O homem que recebe a mensagem entende perfeitamente o que o outro diz e ele é edificado com aquilo.

Resumindo:

São 3 formas de operação:

  1. Linguagem de oração: o homem fala com Deus e ele é edificado.
  2. Dom de variedade de línguas: atua juntamente com o dom de interpretação de línguas, Deus fala com a comunidade e todos são edificados.
  3. Sinal aos incrédulos: um homem fala com outro homem sobre Deus. O homem que recebe a mensagem entende tudo que é falado e é edificado.

Você gostou desse formato de estudo? Se gostou deixe um comentário e compartilhe com os amigos! Não esqueça de curtir nosso página também.

 

 

2 comentários em “7 respostas sobre dons espirituais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s